17 dicas do que fazer em Mogi das Cruzes | Projeto Mosaico
Área do Cliente

O que fazer em Mogi das Cruzes? Veja 17 dicas para curtir a cidade

No coração do Alto Tietê, Mogi das Cruzes é uma cidade do estado de São Paulo recheada de boas histórias. Conhecida como ponto de descanso de bandeirantes durante o período…

By: Projeto Mosaico 09/12/2021

No coração do Alto Tietê, Mogi das Cruzes é uma cidade do estado de São Paulo recheada de boas histórias. Conhecida como ponto de descanso de bandeirantes durante o período colonial, Mogi se tornou uma das grandes cidades do interior do país. Para saber o que fazer em Mogi das Cruzes, confira ao longo deste artigo, dezessete dicas que escolhemos para vocês. Vamos lá?

Nos quesitos de educação, segurança, saneamento e saúde ela dá show. Considerada uma das melhores cidades para se viver no Brasil, Mogi das Cruzes é uma ótima opção para quem quer estar próximo à São Paulo sem precisar morar na capital paulista.

Mas, para além dos residentes, Mogi também agrada e muito aos turistas que escolhem passar alguns dias na cidade a passeio, com atrações para adultos e crianças.

 

O que fazer em Mogi das Cruzes 

Apesar de ser bem próxima à maior cidade do Brasil, o turismo de Mogi das Cruzes tem muitas atrações próprias. E tem muita coisa pra fazer, viu? Antes de planejar a sua viagem, confira nossas dicas relacionadas a parques, religião, cultura, diversão ao ar livre, compras e gastronomia.

Parques

Parque Centenário em Mogi das Cruzes

 1. Parque das Neblinas 

É uma reserva privada que fica entre os municípios de Mogi das Cruzes e Bertioga e reconhecido, desde 2006, como Posto Avançado da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde de São Paulo. Além da bela paisagem, com trilhas, cachoeiras e passarelas, é também um polo de educação e pesquisa ambiental.

 2. Parque Leon Feffer 

 Inaugurado em 2004, o Parque Leon Feffer é uma área de aproximadamente 26 hectares inserido na Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê. É uma área que recebeu o plantio de 6 mil mudas de plantas diversas, um ótimo espaço de integração da comunidade com a natureza, possibilitando a realização de esportes e lazer ao ar livre.

 3. Parque Centenário da Imigração Japonesa 

Com cerca de 215 mil metros de área, o Parque Centenário da Imigração Japonesa é um dos grandes tesouros de Mogi. Atualmente, passando por reformas de ampliação, o espaço reúne quatro lagos com pontes flutuantes e o Museu Taro Konno, que retrata a história dos imigrantes japoneses. Nele, é possível encontrar quadras esportivas, pistas de caminhada, trilhas, playground e quiosques em meio a uma arquitetura inspirada na cultura japonesa. 

 4. Parque da Cidade 

É um espaço todo voltado para atividades esportivas, culturais e de lazer. Com 85 mil metros quadrados, o parque tem um bosque com espécies nativas da região do Alto Tietê, orquidário e jardim de flores. Além disso, é possível encontrar também um teatro, campos de futebol, churrasqueiras, quadras de vôlei e muito mais.  Diversão para todas as idades!

 5. Parque Natural Municipal Francisco Affonso de Mello 

Localizado na Serra do Itapeti, o Parque Natural Municipal Francisco Affonso de Mello é considerado um grande viveiro da flora e fauna nativas da Mata Atlântica com uma área de 352,3 hectares. Um ponto de referência para a comunidade científica, o parque tem uma biodiversidade que inclui 372 espécies de plantas, 207 espécies de aves, 62 de mamíferos e 40 de anfíbios.

Religião 

Vidraça Catedral de Santana

6. Igrejas das Ordens 1ª e 3ª do Carmo 

O conjunto das Igrejas do Carmo é um dos patrimônios da cidade tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A Igreja da Ordem Primeira é a mais antiga, tendo sido construída em 1633, já a Igreja da Ordem Terceira foi construída no ano de 1780.

 7. Catedral de Santana 

Localizada na Praça da Matriz de Mogi das Cruzes, na região central da cidade, a Catedral de Santana é um dos principais símbolos de Mogi das Cruzes. Ela foi construída no ano de 1902 no mesmo local onde foi erguida a primeira capela do povoamento da região.

8. Mesquita Islâmica 

Mesquita construída na década de 80, com componentes que vieram diretamente do Oriente Média. Em seus jardins, é possível encontrar plantas típicas de países como o Egito e a Arábia Saudita.

9. Mosteiro Camaldolense 

Um mosteiro que abriga monges camaldolenses que oferece retiros espirituais individuais ou em grupo. Lá, os visitantes também podem adquirir mel e velas de produção artesanal.

 

Cultura 

Entrada estação ferroviária casarão do Carmo

 10. Casarão do Carmo (abriga o Museu Mongiano)

Construído no século XIX em estilo colonial, com taipa de pilão e taipa de mão, o Casarão do Carmo foi concebido com o intuito de servir de residência para a família Bourroul, muito influente na região. A partir da década de 30, passou a receber diversas atividades culturais e comerciais. Hoje em dia, o espaço abriga o Museu Mongiano (Museu Visconde de Mauá).

 11. Casarão do Chá 

Originalmente uma fábrica de chá, o Casarão do Chá foi construído em 1942 pelo arquiteto japonês Kazuo Hanaoka. Por seu simbolismo e história, o Casarão do Chá foi reconhecido como um patrimônio cultural nacional, tombado pelo IPHAN e pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT).

 12. Centro de Cultura e Memória Expedicionários Mogianos 

É um espaço que reverencia a memória e a participação dos expedicionários mongianos na Segunda Guerra Mundial. Objetos dos participantes da guerra estão em exposição permanente no local.

13. Monumento ao Bandeirante 

Um dos grandes marcos da cidade, o Monumento do Bandeirante retrata Gaspar Vaz, o bandeirante que fundou Mogi das Cruzes em 1560. A escultura tem 13 metros de altura e foi criada pelo artista plástico Belini Romano em aço inoxidável.

 14. Pinacoteca de Mogi das Cruzes 

A Pinacoteca de Mogi das Cruzes tem dez espaços de exposições internas e um externo. Cada sala do local recebe o nome de um artista que tem contribuição artística para a cidade, entre eles: Alcino Meireles Junior, Antonio Giollito Montechelli e Iris Piazza.

Diversão ao ar livre 

Mirante Pico do Urubu

15. Mirante Pico do Urubu 

Com uma altitude 1.160 metros acima do nível do mar, o Mirante do Pico do Urubu possui uma vista panorâmica de tirar o fôlego. Nele, é possível observar a paisagem ou aproveitar para fazer atividades de voo livre, como asa delta ou paraglider.

16. Pedra Grande 

Ótima para quem quer praticar rapel, a Pedra Grande fica localizada no Distrito de Quatinga e é possível ter acesso pelo Caminho do Sal, uma rota ecoturística que liga as cidades de Mogi das Cruzes, Santo André e São Bernardo.

Compras e gastronomia 

 17. Mercado Municipal de Mogi das Cruzes 

Também conhecido como Mercadão, o Mercado Municipal de Mogi das Cruzes possui mais de cem boxes destinados aos mais diferentes gêneros alimentícios. Nele é possível encontrar todo tipo de produção de ingredientes gastronômicos típicos da região.

 

O que fazer em mogi das cruzes a noite 

Ótima opção para quem está à procura de programação noturna em Mogi das Cruzes são os bares e restaurantes da cidade, que possuem uma vasta variedade dada a diversidade cultural da região.

No TripAdvisor, você tem acesso aos melhores restaurantes e bares de Mogi das Cruzes com base nas avaliações de clientes.

 

Como chegar em Mogi das Cruzes 

Por estar a apenas 60km do centro de São Paulo, existem várias formas de como chegar em Mogi das Cruzes. Você pode se transportar via avião, carro, ônibus ou trem. 

Mogi das Cruzes fica perto de onde?

Além da capital paulista, que fica a apenas 60km de distância, Mogi das Cruzes também fica próxima dos municípios Suzano, Itaquaquecetuba e Biritiba Mirim.

 

Morar em Mogi das Cruzes é bom?

Sim. Mogi das Cruzes é uma das melhores cidades para se viver no Brasil. Com qualidade de vida, oportunidades de crescimento e atrações turísticas, Mogi tem sido um refúgio para quem quer sair de cidades grandes.

Além disso, o custo de vida de Mogi das Cruzes também é um atrativo para possíveis moradores. Nessa cidade, você consegue morar bem sem pagar muito. Por ser um município pequeno, as despesas de rotina – como gastos de supermercado, lazer e manutenções domésticas – são mais baixas do que cidades grandes.

 

Conheça o Mosaico Essence 

Entrada Condomínio Mosaico Essence

Gostou tanto de Mogi das Cruzes que resolveu ficar de vez? Ótima escolha! E, para a experiência nessa cidade maravilhosa ser ainda mais completa, você precisa do melhor lugar possível para viver! Por isso, apresentamos o Mosaico Essence. Um espaço que oferece estrutura de clube, com proximidade com a natureza, que é a cara de Mogi das Cruzes.

O Mosaico Essence é um loteamento fechado com infraestrutura urbana completa e segurança com portaria 24h. Sua estrutura de clube possui áreas de conforto e lazer para você e sua família.

Se interessou e quer saber mais sobre o Mosaico Essence? Fale com nossos especialistas e tire todas as suas dúvidas sobre o seu futuro com mais qualidade de vida em Mogi das Cruzes, SP.

Disqus
Outros Posts