Economize para comprar o seu imóvel com estas 7 dicas! - Projeto Mosaico
Área do Cliente

Economize para comprar o seu imóvel com estas 7 dicas!

Não é novidade nenhuma que o desejo de comprar a casa própria faz parte dos sonhos da grande maioria dos brasileiros, não é? Poder desfrutar da máxima comodidade num lugar…

By: Projeto Mosaico 18/08/2018

Não é novidade nenhuma que o desejo de comprar a casa própria faz parte dos sonhos da grande maioria dos brasileiros, não é? Poder desfrutar da máxima comodidade num lugar todo seu é uma realidade que muitos gostariam de ter. Porém, entre e o querer e o realizar, há o economizar, etapa que é considerada um desafio e tanto para muita gente. 

Pensando nisso, nós, da Projeto Mosaico, reunimos as dicas mais importantes para você que deseja mudar o quanto antes e ainda não sabe como se preparar para i$$o. 

1. Faça uma análise da sua atual situação financeira
Aqui, a palavra de ordem é planejamento. Observe os seus custos e comece a verificar para onde os seus rendimentos estão indo, ou seja, com o que ele está sendo gasto. Para um controle eficiente, não basta apenas ver, tem que anotar. Portanto, crie uma tabela no computador ou separe uma agenda com o objetivo de montar uma planilha de despesas. Uma dica é agrupar o seu consumo por categoria, por exemplo: educação das crianças, saúde, contas de águas e energia, fatura da TV a cabo, etc. 

2. Reflita sobre as novas necessidades da família
Depois de entender melhor essa parte dos custos, chega o momento em que os moradores têm de refletir sobre a maneira como pretendem viver no novo imóvel. Imaginar a quantidade de quartos, averiguar a viabilidade de construir mais um andar, escolher a localização mais indicada são alguns dos pontos que fazem a diferença na hora de poupar uma graninha. Como você vai ter noção do que almeja, vai ficar mais fácil saber quanto vai ser preciso economizar. 

Assuntos interessantes para você: 
– Conheça os principais documentos para registrar o seu imóvel
– Aprenda a analisar o contrato antes de comprar o seu imóvel

3. Corte os gastos desnecessários
Se lembra da nossa primeira dica? Ótimo porque ela serve exatamente para você executar este terceiro passo. A ideia de criar uma planilha de custos ajuda na tarefa de analisar se as finanças de casa estão sendo administradas da forma correta. Não estamos afirmando que comprar um imóvel significa abdicar de tudo o que você gosta de fazer porque o segredo é escolher com inteligência. Por exemplo, num supermercado: por que optar pelos produtos mais caros, se os mais acessíveis conseguem render tão bem quanto eles? 

4. Cuidado com o cartão de crédito
Um amigo ou um vilão? A resposta é: só depende você! Quem quer economizar para adquirir um imóvel deve ter em mente que o cartão de crédito não pode ser a primeira opção para fazer compras. Como não sentimos o dinheiro sair, é mais provável que tenhamos uma percepção de que sempre vamos poder gastar um pouco mais, o que não é verdade. Deixe para utilizá-lo somente nos momentos de maior aperto. 

Quer uma orientação? Estabeleça um teto de gastos semanal e saque apenas essa quantia. Dessa forma, você vai se forçar a usar só o valor que retirou. 

Leia também: 
– Por que um condomínio de lotes é a melhor opção de moradia?

5. Saiba como investir o dinheiro que sobra no final do mês
É como nós costumamos dizer: dinheiro parado é dinheiro corroído pela inflação. Logo, considere as formas de investimento disponíveis no mercado para fazer render o seu suado salário. Dentre as alternativas, podemos destacar: 

– A tradicional poupança, cuja rentabilidade é baseada em cima de uma taxa de juros de 0,5% ao mês, aplicada a uma Taxa Referencial. De baixo risco, ela ainda garante a isenção no Imposto de Renda.  

– Os Fundos de Investimento que agregam recursos financeiros de um conjunto de investidores por meio de uma instituição especializada. Essa empresa se encarrega de realizar operações no mercado a fim de recompensar os investidores depois. 

– O Tesouro Direto, uma modalidade que está se tornando bastante popular entre os investidores do país. Com ele, você basicamente compra Títulos Públicos Federais do Tesouro Nacional. Considerado um negócio extremamente seguro, vale a pena conhecer um pouco mais sobre a transação. 

Baixe o nosso e-book gratuito: 
– Saiba como comprar a sua casa com tranquilidade

6. Aposte em desafios criativos para montar um caixa 
Juntar dinheiro não precisa ser uma atividade chata e repleta de dificuldades. Na internet mesmo, é possível encontrar diversas brincadeiras capazes de tornar essa missão mais leve. Temos como exemplo: 

– O desafio das 52 semanas que consiste em economizar dinheiro toda segunda-feira. Na primeira do ano, você guarda R$1, na segunda, R$2, na terceira, R$3, e segue assim até a última semana do ano. Somando as moedinhas após os 12 meses, você vai ter acumulado R$1.378. Vale ressaltar que o comprador pode mudar o valor depositado à vontade, de acordo com as suas condições. 

– O desafio do cofrinho, em que você vai colocar o número do dia em moedas de cinco centavos. Traduzindo: no dia 01, R$0,05, no dia 02, R$0,10, no dia 03, R$0,15 e segue em diante. É claro que não dá para contar com as moedas o tempo todo, então, dependendo da quantia, dá para substituir por cédulas. E mais uma vez: o interessado pode ajustar o valor inicial, conforme a sua situação. 

7. Adeque o seu orçamento à sua futura nova realidade
Um jeito prático de perceber se você está realmente preparado para realizar qualquer negociação é simular o pagamento das parcelas antes mesmo de assinar o contrato. Na prática, você vai ter de poupar 30% da sua renda, que é geralmente a porcentagem do seu orçamento que é comprometida, para se acostumar ao compromisso de pagar as mensalidades em dia. 

Como o nosso objetivo é ajudar e facilitar o seu controle sobre os seus próprios rendimentos, criamos uma solução incrível (e simples de usar) para você não quebrar mais a cabeça com isso. Conheça o nosso simulador de parcelas. 

Gostou do conteúdo? Então não deixe de conferir a nossa matéria especial com os documentos indispensáveis para o financiamento do imóvel. Nela, destacamos o que você deve reunir para fechar negócio com segurança. Para acessar o conteúdo completo, é só clicar aqui agora mesmo. 
 

')}

Disqus
Outros Posts