Saiba montar um planejamento eficaz para a compra e construção da casa

Saiba montar um planejamento eficaz para a compra e construção da casa

A vontade de adquirir um lugar próprio todo especial, do jeitinho que os interessados sempre desejaram mexe com muita gente, ? Comprar uma casa com o objetivo de deixar para trás o aluguel exige bastante disciplina dos futuros proprietários. Por isso, se empenhar de verdade em um planejamento poderoso para alcançar essa finalidade é indispensável. Neste post, você vai descobrir pontos importantes que merecem todo o seu cuidado para uma aquisição segura.

Ter uma moradia cercada de comodidade e bem-estar proporciona facilidades únicas. Viver com a família num local só seu, em que você toma as rédeas da situação não precisa continuar só nos planos, mas para que os projetos sejam concretizados e a realidade, enfim, aconteça é necessário planejamento. Sem delonga, confira agora os detalhes mais relevantes para se prestar atenção antes (e depois) da compra da casa.

Leia também:
Os maiores erros na hora de comprar a casa própria
Como manter a organização de cada cômodo em casa

Dicas para um bom planejamento

Poupar é essencial

Guardar dinheiro para futuros investimentos é essencial.

Adquirir uma casa definitivamente não é a mesma coisa que comprar uma geladeira ou um fogão (obviamente), mas a transação referente aos produtos e ao imóvel tem um ponto em comum: a economia. Claro, depende bastante do seu poder aquisitivo, mas é bem comum por aí que os compradores reservem uma boa parte do dinheiro para oferecer uma entrada capaz de facilitar o restante dos pagamentos.

Quando o exemplo se aplica a uma residência, o planejamento acontece de forma parecida, isso porque juntar um montante para uma parcela inicial que reduza os valores das outras prestações, incluindo os dos juros, é imprescindível para um equilíbrio financeiro de qualidade. Juntar 20% do custo total do empreendimento é o aconselhável. Investimentos de baixo risco como a poupança são ótimas alternativas.

Entenda melhor a sua realidade

Imagine a situação: você e a sua família fecham negócio de vez e decidem se mudar assim que as obras acabam. Na primeira semana: empolgação, novo lar e descobertas. Na segunda: Deixa eu colocar os móveis aqui para caber esses itens lá. Na terceira: Eu acho que esse apartamento é muito pequeno. Se você tivesse pensado melhor ou, até mesmo, optado por uma casa em um condomínio de lotes, por exemplo, tudo seria bem diferente.

Portanto, avalie as suas condições (solteiro (a), noivo (a), casado (a), com filhos ou vontade de ter alguns, etc.), pense no futuro e pesquise sobre o melhor tipo de moradia. Passar aperto, literalmente, nem pensar, hein?

Pesquise as possibilidades de compra

Antes de fechar negócio, analise as condições de pagamento.

Como o planejamento se desenrola num longo prazo é complicado reunir uma soma que cubra o preço total da residência. Você precisaria esperar demais para conseguir, de fato, pôr as mãos nas chaves da sua casa e todos nós sabemos que tempo é valioso, e que ele passa e leva as oportunidades também. Em vista disso, a nossa dica é comparar as vantagens de cada opção de aquisição do imóvel.

Dá para financiar diretamente com a construtora e garantir uma excelente flexibilização em relação ao acordo por conta de suas parcelas facilitadas, negociar com o banco, entre outros. Cabe a você definir o modelo que se encaixa perfeitamente no seu bolso.

Considere as despesas adicionais

Devido à pressa para realizar logo a mudança, muitos deixam as contas do dia a dia passarem despercebidas. Sim, não é só lidar com as prestações do financiamento, pois a construção ainda está em andamento e você precisa tocar as coisas enquanto a edificação não está pronta. Contas de água, de energia, IPTU, IPVA chegam e você não pode evitar de pagá-las, concorda? Ah, e só para alertar as cobranças continuam após a conclusão das obras, então não prejudique as suas finanças em nome de algo que vai demandar muito mais.

Uma alternativa é simular essa experiência. Como assim? Procure conviver por alguns meses com menos 30% dos rendimentos da família, pois, geralmente, essa é a porcentagem que as faturas comprometem do orçamento. Sinta na pele se está pronto para arcar com o compromisso. Se houver dificuldades é porque, possivelmente, ainda não é a hora de obter a sua residência, porém o planejamento continua para logo mais você realizar o seu sonho.

Mantenha o pagamento em dia

Pagar antes do vencimento gera benefícios como descontos exclusivos.

É evidente que sanar as dívidas antes do vencimento é fundamental para permanecer no controle das obrigações, mas fazemos questão de reforçar o argumento porque, acredite, muitos compradores abandonam a moderação depois da compra, o que é perigoso. É indispensável um planejamento eficaz durante e após a quitação das cobranças.

Tente se segurar um pouco e mude hábitos não tão saudáveis assim como ir ao cinema semanalmente. Aquela viagem planejada para as férias pode não acontecer e a troca do carro fica para uma próxima oportunidade. Tenha em mente que nem sempre você vai ser obrigado a renunciar aos seus planos, porém sacrifícios fazem parte.

Outras dicas de planejamento

More numa região em pleno crescimento – escolher uma área em plena expansão pode ajudar e muito na valorização do seu imóvel. Supermercados, shoppings e escolas, além de fatores como qualidade de vida e saneamento básico elevam os preços da moradia, em caso de uma venda lá para frente.

Procure ajuda profissional – não hesite em procurar um especialista quando você sentir dúvidas. É legal, é pertinente e não há motivos para sentir vergonha. Pessoas de confiança também costumam auxiliar bastante.

Gostou do nosso conteúdo? Então não deixe de ler a nossa matéria especial Condomínios de lotes ou casas em bairros: Qual o melhor?



Leave a Comment

Your email address will not be published.