Como funciona a antecipação de parcelas da compra de um imóvel?

Como funciona a antecipação de parcelas da compra de um imóvel?

Muitas pessoas que desejam adquirir um novo imóvel, em boa parte das vezes, não possuem os recursos necessários para comprá-lo à vista. Então para conseguir realizar essa transação, elas aderem a um financiamento com a construtora para conseguir quitar o bem mais rápido e com mais facilidade.

Depois de o imóvel ser comprado, o dinheiro que foi emprestado precisa ser devolvido para o credor. E é justamente a partir desse ponto que a amortização ou a antecipação de parcelas, como é mais conhecida, entra no negócio.

Mas você sabe o que ela é e como funciona? Nesta matéria, vamos explicar para você esses detalhes e mostrar ainda os benefícios dessa prática. Confira:

Primeiramente, o que significa a antecipação de parcelas e como ela funciona na prática?

A antecipação de parcelas diz respeito a pagamentos feitos à instituição financeira que empresta o dinheiro, neste caso, a construtora. Ao longo do tempo de quitação dessas prestações, o saldo devedor ou o valor da dívida total é reduzido.

É importante destacar que o custo das parcelas é acompanhado de taxas de juros e algumas taxas de encargo (essa última acontece no caso de o contrato conter essas observações). Ou seja, além de pagar o crédito que foi concedido a você, ainda vai ser necessário quitar os juros que a instituição credora cobra por ter liberado essa quantia para a compra do imóvel.

Quais são os benefícios da amortização de parcelas?

Quando você decide antecipar as parcelas do financiamento do seu imóvel, você diminui o valor de cada prestação ou o prazo para saldar a dívida desse pagamento. Isso quer dizer que o comprador não fica amarrado a um financiamento por um período muito grande.

Ao tomar essa decisão, você também faz com que ocorra uma redução proporcional dos juros, o que é muito bom para o seu orçamento pessoal.

Então, de maneira geral, vale muito a pena investir na amortização das parcelas. A nossa única dica é conversar bastante com a construtora para entender melhor como essa negociação vai ficar definida no contrato.

Quais são as principais formas de antecipação?

As duas maiores modalidades de amortização de parcelas são o Sistema Price e o Sistema SAC (Sistema de Amortização Constante). Cada um desses modelos possui as suas próprias características.

Entenda melhor o Sistema Price

A modalidade Price de antecipação de parcelas é quando a pessoa que deve ao credor decide pagar um valor fixo das prestações. Ou seja, mesmo com o passar do tempo, o preço das parcelas não muda. O que acontece é que o valor referente à amortização aumenta e o valor dos juros cai. É como se invertesse o jogo.

Por exemplo, vamos supor que você solicitou um crédito no valor de R$200 mil para ser pago em 120 prestações (ou 10 anos) com taxas de juros e de encargos embutidas. Ao longo de todo esse período, o preço das parcelas vai ser o mesmo.

O que vai mudar é a forma como essa prestação é composta. Se no começo do Sistema Price, você começou pagando mais juros do que a amortização, no final do pagamento, os juros vão ser bem pequenos e o da amortização maiores.

Entenda melhor o Sistema SAC

Já o Sistema de Amortização Constante é aquela famosa modalidade de pagamento em que o valor das parcelas diminui com o passar do tempo. Enquanto o preço total da prestação diminui, o valor da amortização se mantém constante, como o próprio nome já diz. O valor dos juros cai e contribui diretamente para a diminuição do custo total das parcelas.

Utilizando o mesmo exemplo acima, é possível começar a pagar os R$200 mil concedidos (considerando taxas de juros e de encargos embutidas) com um valor um pouco mais alto e terminar o pagamento pagando uma prestação bem menor.

A amortização focada no valor das parcelas

Caso o comprador enfrente dificuldades para quitar as prestações do financiamento, o mais interessante é optar pela amortização voltada para a redução do valor das parcelas porque dessa forma é possível saldar a dívida e manter as demais despesas pessoais em dia.

A amortização focada no prazo de pagamento

Agora, quem consegue manter tanto as contas de casa quanto as parcelas do financiamento sempre no verde, o mais indicado é optar pela amortização focada no prazo de pagamento.

A dívida com o credor diminui mais rápido e a quitação acontece em menos tempo. Uma vantagem desse tipo de negócio é que os juros e os encargos financeiros geralmente acabam não sendo pagos no adiantamento das parcelas porque essas taxas incidem sobre o saldo devedor.

Prepare-se para a compra do seu imóvel

Como estamos falando sobre finanças e a compra do seu próximo imóvel, é fundamental destacar a importância de um bom planejamento financeiro para realizar esse sonho. Por isso, trouxemos um material exclusivo que ensina você a fazer exatamente isso.

Nele, você também:

APRENDE o que avaliar na hora de traçar o seu plano;

CONFERE uma planilha bem prática para separar as suas despesas;

ENTENDE como fazer algumas escolhas sem prejudicar as economias;

DESCOBRE se o uso do cartão de crédito vale realmente a pena.

Para baixar o conteúdo, basta clicar aqui ou na imagem na imagem logo abaixo: